Notícias

13/01/2022 - Presidente e ouvidora do TRT/AL recebem visita da conselheira do CNJ Tânia Reckziegel

A conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT/RS),  Tânia Reckziegel, realizou na manhã desta quinta-feira (13/1), uma visita de cortesia ao Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL). Ela foi recebida pelo presidente do Tribunal, desembargador Marcelo Vieira, e pela ouvidora do TRT/AL, desembargadora Vanda Lustosa.

Durante a visita, a conselheira fez um balanço de sua atuação no Conselho, iniciada em 2020, bem como das novas atribuições assumidas em outubro do ano passado, quando foi eleita ouvidora do CNJ para o mandato de um ano. “Tem sido uma grande honra a oportunidade de representar a Justiça do Trabalho no CNJ, contribuindo não só na área trabalhista, mas de todo o Judiciário”, afirmou a conselheira.

Tânia Reckziegel falou sobre a importância das ouvidorias, segundo ela, importante espaço de participação social e de construção da democracia. “As ouvidorias permitem a cooperação ativa dos cidadãos no controle da qualidade dos serviços públicos. Além de orientar, transmitir informações e responder às demandas dos cidadãos, têm função central na gestão dos tribunais e devem contribuir para o aprimoramento das atividades do CNJ e do Poder Judiciário de forma geral”, disse.

Presidente do Comitê de Comunicação Social do Poder Judiciário, a desembargadora aproveitou a oportunidade para convidar o TRT da 19ª Região a participar, no próximo dia 25 de janeiro, de uma audiência pública que irá debater diretrizes para facilitação de acesso aos portais dos tribunais. “A partir das sugestões colhidas na consulta, será preparada a minuta com recomendações a ser apreciada pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça”, explicou.

 O desembargador Marcelo Vieira agradeceu a visita e se colocou à disposição para contribuir com a desembargadora Tânia Reckziegel  nas questões relacionadas ao Conselho e à Ouvidoria.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Fonte: Ccom