Metas e Indicadores 2018

Meta 1 do TRT19 e Meta 1 do CSJT

Atingir a faixa "aprimorado", até 2020, na avaliação do iGovPessoas.

 

ANÁLISE: O iGovPessoas é um índice elaborado pelo TCU que compara a governança de pessoas na Administração Pública Federal. O índice é composto por várias perguntas com pesos diferentes e varia de 0% a 100%. Quanto maior o iGovPessoas, maior é a governança de pessoas na organização pública avaliada. A meta foi cumprida no TRT19 para Maio de 2018, resultando no valor de 44,46%.

Meta 2 do TRT19 e Meta 2 do CSJT

Aumentar em 12% o Índice de Execução do Orçamento Disponibilizado em relação à média de 2011, 2012 e 2013.

ANÁLISE: A meta para Março de 2018 foi de 16,54% e o resultado foi de 9,79%, logo a meta não foi cumprida.

Meta 3 do TRT19 e Meta 3 do CSJT

Atingir a faixa "aprimorado", até 2020, na avaliação do iGovTI.

ANÁLISE: O iGovTI é um índice elaborado pelo TCU que compara a governança de TI na Administração Pública Federal. O índice é composto por várias perguntas com pesos diferentes, e varia de 0% a 100%. Quanto maior o iGovTI, maior é a governança de TI na organização pública avaliada. A meta foi cumprida no TRT19 para Maio de 2018, resultando no valor de 54,65%.

Meta 4 do TRT19

Atingir percentual superior a 70% no Índice de Satisfação do Usuário Interno, até 2020.

ANÁLISE: O Índice de Satisfação do Usuário Interno foi calculado baseado em pesquisa realizada pela Secretaria de Gestão Estratégica em Março de 2017. O questionário buscou avaliar a satisfação dos magistrados e servidores com as instalações, funcionalidade, conforto e segurança patrimonial da comunidade do TRT19. A meta foi cumprida em 2017, resultando no valor de 63,4%.

Meta 5 do TRT19

Cumprir todo o cronograma de eventos em cada período.

ANÁLISE: A meta do TRT19 em 2018 é cumprir todas as atividades planejadas no cronograma de implantação.

Meta 6 do TRT19 e Meta 4 do CSJT

Reduzir em 4% o prazo médio de duração do processo, na 2ª instância, em relação ao ano base 2016.

ANÁLISE: O tempo médio de duração do processo na 2a Instância da distribuição até a entrega do processo pelo relator varia bastante nos gabinetes do TRT19.

Meta 7 do TRT19 e Meta 5 do CSJT

Reduzir em 2% o prazo médio de duração do processo, na 1ª instância, em relação ao ano base 2016.

ANÁLISE: O tempo médio de duração do processo na 1a Instância de Janeiro a Abril de 2018 foi de 154,60 dias. A meta para o período era de 152,02 dias, logo a meta não foi cumprida. Na análise individual por Vara do Trabalho, 12 das 22 Varas cumpriram a meta.

Meta 8 do TRT19, Meta 1 do CNJ e Meta 6 do CSJT

Julgar quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos em 2018.

ANÁLISE: Entraram 9.383 processos e foram julgados 11.176 processos na fase de conhecimento de Janeiro a Abril de 2018. O estoque processual na fase de conhecimento diminuiu em 1.793 processos. A meta para o período no 1º Grau foi cumprida e na análise individual por Vara do Trabalho, 21 das 22 Varas cumpriram a meta. O 2º Grau não cumpriu a meta.

Meta 9 do TRT19, Meta 2 do CNJ e Meta 7 do CSJT

Identificar e julgar, até 31/12/2018, pelo menos 90% dos processos distribuídos até 31/12/2016, nos 1º e 2º graus.

ANÁLISE: Foram julgados 14.448 dos 15.438 processos antigos, logo a meta foi cumprida para o período, resultando no índice de 93,59%. Na análise individual por Vara do Trabalho, 19 das 22 Varas cumpriram a meta. O 2º Grau também cumpriu a meta.

Meta 10 do TRT19, Meta 6 do CNJ e Meta 8 do CSJT

Identificar e julgar, até 31/12/2018, 98% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2015 no 1º grau e até 31/12/2016 no 2º grau.

ANÁLISE: A meta foi cumprida para o período, resultando no índice de 96,1%. Ficaram pendentes de julgamento 3 ações coletivas distribuídas até 31/12/2015 no 1º Grau. Na análise individual por Vara do Trabalho, 20 das 22 Varas cumpriram a meta. O 2º Grau também cumpriu a meta.

Meta 11 do TRT19, Meta 3 do CNJ e Meta 9 do CSJT

Aumentar o Índice de Conciliação na Fase de Conhecimento, em relação à média do biênio 2013/2014, em 2%, excluindo-se da base de cálculo os processos com desistência, arquivamento e declaração de incompetência, e com fixação de cláusula de barreira de 48%.