Notícias

30/04/2021 - 6ª VT de Maceió realiza audiência telepresencial com intérprete de Libras

Nomeação de intérprete pela juíza Thaís Gondim viabilizou a comunicação de reclamante com deficiência auditiva

A 6ª Vara do Trabalho de Maceió realizou, nesta sexta-feira (30/4), sua primeira audiência telepresencial acessível, que contou com a participação de intérprete em Libras prestando total suporte ao reclamante, que tem deficiência auditiva.

Segundo a juíza do Trabalho Thaís Gondim, inicialmente o autor alegou evidentes dificuldades no uso de videoconferência e solicitou o adiamento da audiência. “A Vara se prontificou imediatamente a providenciar todos os meios necessários à adequada realização do ato processual, assegurando a ambas as partes que o ato transcorreria sem nenhum prejuízo ao contraditório e devido processo legal”, contou.

Foi nomeada então a intérprete de Libras Jaqueline Soares, que atuou durante toda a audiência, também de forma telepresencial, interfaciando entre os participantes e viabilizando comunicação plena. “Sucesso total evidenciado pela conciliação entre as partes”, relata o diretor da 6ª VT, Fabrício Barbosa.

Segundo ele, a iniciativa pioneira contou com a colaboração e a confiança de partes, advogados e da equipe da 6ª VT de Maceió, demonstrando que a manutenção da prestação jurisdicional é possível se houver comprometimento e boa-fé de todos os atores envolvidos. “Ainda que em situações atípicas ou adversas como a que temos enfrentado nesta pandemia da covid-19”, complementou.

A juíza Thais Gondim fez questão de elogiar a participação colaborativa dos advogados presentes, segundo ela, imbuídos do propósito de solução do conflito. “Barreiras só existem para quem as aceita. Cabe a cada um de nós decidirmos aceitá-las ou superá-las. Todos temos nossos desafios diários, mas nada se sobrepõe à nossa coragem e força de vontade, e essa é mais uma prova de que nosso novo normal em nada compromete a prestação jurisdicional da Justiça do Trabalho.”, conclui a magistrada.

Ao final da audiência, por sugestão da intérprete, todos os participantes posaram para a foto que ilustra a matéria fazendo um gesto que, em linguagem de sinais, significa "amo você".

Acessibilidade – A realização da audiência com apoio de intérprete de Libras cumpre a Resolução 230/2016, do Conselho Nacional de Justiça, que trata da acessibilidade e inclusão dos órgãos do Poder Judiciário. A Resolução tem como base as determinações previstas na Convenção Internacional sobre Direitos das Pessoas com Deficiência, na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência e na Recomendação 27/2009 do CNJ. O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) conta, desde 2011, com a Comissão de Acessibilidade e diversos servidores são treinados longamente para se comunicar em Libras. Dispõe, também, dede 2019, da Unidade de Acessibilidade, instituída por meio do Ato TRT19 nº 73.

Coordenadoria de Comunicação Social
Fonte:
Ccom

Conteúdo de Responsabilidade da(o)
Fonte: Ccom