Notícias

17/09/2021 - Comissão de Teletrabalho do TRT/AL realiza ciclo de palestras sobre teletrabalho

Objetivo foi capacitar os servidores que estão nesta modalidade de trabalho a desenvolverem suas atividades de forma segura e assertiva.

A Comissão de Teletrabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) realizou, nas manhãs dos dias 14 e 15 de setembro, um ciclo de palestras sobre teletrabalho. O evento foi realizado na modalidade telepresencial, por meio da plataforma Zoom, com objetivo de capacitar os servidores que estão nesta modalidade de trabalho a desenvolverem suas atividades de forma segura e assertiva.

O evento foi aberto pela juíza e gestora regional do Programa Trabalho Seguro do TRT-AL, Carolina Bertrand, que agradeceu a presença do diretor da Escola Judicial, desembargador Pedro Inácio, e dos demais participantes. Na oportunidade, falou sobre as cinco metas do Programa Trabalho Seguro para o ano de 2021 e destacou que o ciclo de palestras está no contexto de várias metas. Como exemplo citou a meta 2, que visa promover ações, debates e estudos para assegurar a saúde mental de magistrados, servidores e terceirizados; a meta 3, por meio de debates com especialistas sobre as possíveis sequelas e repercussões psicológicas dos trabalhadores acometidos pela Covid-19, e a meta 5, que trata do retorno ao trabalho presencial de forma humanizada e segura.

A primeira palestra foi apresentada pela enfermeira do TRT/AL, Socorro Alécio, que falou sobre “Ergonomia e organização interna do trabalho domiciliar - Gestão do teletrabalho”. Em sua abordagem, falou sobre as vantagens e desvantagens do home office; as condições de infraestrutura, equipamentos e mobiliário adequados. Destacou os impactos da pandemia para o teletrabalho, com o agravamento da saúde mental. Reforçou as estratégias para manter a saúde física e emocional no ambiente de trabalho e deu dicas de ergonomia.

Na sequência, os participantes realizaram uma série sentada de exercícios laborais com a fisioterapeuta Jennifer Rosendo.

O servidor do TRT/AL Bruno Peixoto trouxe o tema “Tópicos de informática”, com ferramentas e aplicativos úteis para a organização, execução e comunicação entre os servidores. Falou das ferramentas gratuitas disponibilizadas pelo Google e utilizadas no Tribunal, a exemplo do Google Drive, para armazenamento e compartilhamento de arquivos na nuvem e para elaboração colaborativa de documentos; e do Google Agenda, para organização da agenda pessoal, de compromissos, reuniões e eventos. Falou também sobre o Trello, para organização de tarefas individuais e em equipe; o Discord, utilizado para otimizar a comunicação em equipe. E ainda sobre o Loom, que é uma extensão para Google Chrome, utilizado na gravação de vídeos curtos. E finalizou com o aplicativo comercial WhatsApp Business.

O segundo dia do evento (15/9) iniciou com a palestra “Saúde mental no trabalho domiciliar”, ministrada pela psicóloga do TRT/AL Camila Queiroz. A profissional trouxe alguns estudos sobre os efeitos do teletrabalho, bem os resultados da pesquisa realizada pelo setor de saúde sobre trabalho remoto. Abordou os aspectos positivos do teletrabalho; os riscos psicossociais a ele relacionados, a exemplo do esgotamento emocional. E também discorreu sobre o direito à desconexão; a gestão do tempo para uma rotina mais produtiva, com dicas de como conciliar teletrabalho, família e autocuidado.

A palestra de encerramento foi ministrada pelo servidor do TRT/AL Arthur Amorim, com o tema “Do chefe ao telegestor: sobre os desafios de gerenciar o teletrabalho, antes, durante e depois (?) da pandemia”. O professor tratou das semelhanças e diferenças entre trabalho remoto, home office e teletrabalho. Das fases de aceitação, necessidade e incentivo pelas quais passou o teletrabalho na pandemia. Destacou o papel do gestor no contexto do “novo normal”, na redefinição de necessidades, estratégias e acordos entre as equipes para a criação de novos processos com novas metodologias. E ressaltou a importância da comunicação, da colaboração, da autorresponsabilidade e de métricas claras na gestão de equipes e na humanização das relações de trabalho.

Coordenadoria de Comunicação Social
Fonte:
Ccom

Conteúdo de Responsabilidade da(o)
Fonte: Ccom